júri de premiação

Agustín Pérez Rubio | Valencia, Espanha, 1972 | Historiador, crítico de arte e curador
É diretor do MUSAC (Museo de Arte Contemporáneo de Castilla y León), León, Espanha, desde 2009. Entre seus projetos curatoriais, destacam-se as exposições Bad Boys, na 50ª Bienal de Veneza, Itália (2003); Project Rooms, com Octavio Zaya, na ARCO 2006 (Madri, Espanha); Present-Future, com Katerina Gregos, para Artissima (Turim, Itália, 2006); e Acciones Intangibles, para o Frieze Art Projects (Londres, Inglaterra, 2008).

Bisi Silva | Lagos, Nigéria, 1962 | Curadora e crítica de arte
Fundou, em 2007, o CCA Lagos (Center for Contemporary Art), que dirige e para o qual curou exposições como Fela, Ghariokwu Lemi and The Art of the Album Cover (2007), Ndidi Dike, Waka-into-Bondage: The Last 3/4 Mile (2008) e ’Like A Virgin…’, Lucy Azubuike e Zanele Muholi (2009). Foi coorganizadora da Bienal de Dacar, Senegal (2006), e cocuradora da 7ª Bienal de Fotografia Africana, em Bamako, Mali (2007) e de J.D. ‘Okhai Ojeikere: Moments of Beauty, no Museu de Arte Contemporânea de Helsinque, Finlândia (2011).

Gabriela Salgado | Buenos Aires, Argentina, 1970 | Curadora independente especialista na América Latina
Foi diretora de residências da Fundació Llorens Artigas (Barcelona, Espanha) e curadora da coleção de arte latino-americana da University of Essex (Inglaterra). Organizou exposições como León Ferrari: The Architecture of Madness, na University Gallery, Colchester, Reino Unido (2001). Foi curadora de Programas Públicos da Tate Modern, Londres, Inglaterra.

Raquel Schwartz | Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, 1963 | Artista
Usa instalação, fotografia, vídeo, pintura, cerâmica e intervenções para falar de sociedade, política e natureza. Expôs em mostras como Pinta, The Modern and Contemporary Latin Art Fair (Nova York, EUA, 2009); 1ª Bienal do Fim do Mundo (Ushuaia, Argentina, 2007); 9ª Bienal de Havana (Cuba, 2006); 5ª Bienal do Mercosul (Porto Alegre, 2005); e 25ª Bienal de São Paulo (2002). Desde 2006 dirige a Galería Klosko, em Santa Cruz de la Sierra, que oferece um programa nacional e internacional de residências artísticas.

Rodrigo Moura | São Paulo, 1975 | Editor e crítico de arte, é curador do Instituto Inhotim (Brumadinho, MG)
Foi curador do Museu de Arte da Pampulha, em Belo Horizonte, onde coordenou o programa Bolsa Pampulha, de estímulo a artistas emergentes. Organizou exposições como Mirante, de Mauro Restiffe, no PhotoEspaña (Madri, Espanha, 2009) e a coletiva Primeira e última, notas sobre o monumento (Galeria Luisa Strina, São Paulo, 2010). Publicou os livros Políticas institucionais, práticas curatoriais (MAP, 2004) e Através (Inhotim Centro de Arte Contemporânea, 2008).