Olafur Eliasson (Islândia/Dinamarca) nasceu em 1967. Desde 1997, ele apresenta seu trabalho em todo o mundo: representou a Dinamarca na 50ª Bienal de Veneza, em 2003, e, mais tarde naquele ano, instalou The weather project na Tate Modern, em Londres. Sua primeira grande exposição individual na Dinamarca foi Minding the world no ARoS, Aarhus Kunstmuseum, em 2004. Take your time: Olafur Eliasson, uma mostra panorâmica organizada pelo SFMOMA em 2007, itinerou até 2010 por diversos locais, incluindo o Museum of Modern Art (MoMA) de Nova York. A exposição Your chance encounter no 21st Century Museum of Contemporary Art de Kanazawa, Japão, em 2009, incluiu o trabalho Colour activity house em local aberto. Innen Stadt Aussen (Inner City Out), exposição no Martin Gropius Bau, em 2010, envolveu intervenções por Berlim, bem como no próprio museu. A exposição Three to now foi exibida na Harvard University Graduate School of Design até a primavera de 2011.

Eliasson fez vários projetos em espaços públicos: por exemplo, Green River, realizado em várias cidades entre 1998 e 2001, e Serpentine Gallery Pavilion 2007, projetado em parceria com Kjetil Thorsen e temporariamente situado em Kensington Gardens, Londres. Encomendadas pelo Fundo de Arte Pública, The New York City Waterfalls foram instaladas nas costas de Manhattan e Brooklyn durante o verão de 2008. Your rainbow panorama, uma passarela circular de 150 m com painéis de vidro colorido sobre o ARoS Museum, abriu em maio deste ano. O Harpa Reykjavik Concert Hall and Conference Centre, para o qual Eliasson criou a fachada em colaboração com Henning Larsen Architects, foi inaugurado em agosto de 2011.

Fundado em 1995, o estúdio de Eliasson em Berlim conta hoje com 45 artesãos, arquitetos, geômetras e historiadores da arte. Em abril de 2009, como professor na Universidade de Artes de Berlim, Olafur Eliasson fundou o Institut für Raumexperimente (Instituto de Experimentos Espaciais).